Archive for the ‘Itaquaquecetuba’ category

A sujeira continua, parte/2 Criadouro do (Aedes Aegypty) Transmissor da “DENGUE” em Itaquaquaquecetuba/SP

04/05/2013

Criadouro do (Aedes Aegypty) Transmissor da “DENGUE” em Itaquaquaquecetuba/SP
http://issuu.com/folhametronews/docs/folhametro-04-05-13?mode=window&viewMode=doublePage
https://joelson13.wordpress.com/2013/04/28/criadouro-de-dengue-em-itaquaquaquecetubasp/
A sujeira continua: Parte/2met1

DSC01068 Jardim do Carmo.Rua Ferraz.2 Oficio 129.05.13

COMPROMISSOS DO PREFEITO ELEITO “MAMORU TAKASHIMA”COM A SEGURANÇA PUBLICA DE ITAQUAQUECETUBA!

21/10/2012

Compromisso em vídeo, Veja: http://www.youtube.com/watch?v=Uj2ci7fmIkg&feature=youtu.be

Como prefeito eleito de Itaquaquecetuba Mamoru Nakashima voltou a reunião do CONSEG nesta ultima quinta feira dia 18/10/2012 reafirmando todo compromisso assumido no debate com a segurança publica detalhando algumas ideias e pedindo sugestão dos participante da reunião e se colocando a disposição do Conselho de Segurança de Itaquá (CONSEG)

Que o prefeito continue prestigiando a toda comunidade.

Em Itauqá onde a população lida com o descaso a corrupção e tem medo de denunciar (Eleição 2012)

23/09/2012

http://odiariodemogi.inf.br/cidades/eleicoes/6922-itaquaquecetuba-a-mais-desordenada.html

REPORTAGEM: SABRINA PACCA

Em Itauqá onde existem mais de 400 bairros, população lida com o descaso e tem medo de denunciar / Foto Arquivo

Na série de reportagens sobre as eleições nas cidades da Região do Alto Tietê, a reportagem de O Diário pôde constatar que há um problema comum entre elas: o crescimento desordenado. Mas esse problema é escancarado e mais grave em um município especificamente: Itaquaquecetuba.

Com uma população de 321.854 mil habitantes, Itaquá possui, hoje, mais de 400 bairros em uma área de aproximadamente 80 km². Além disso, segundo informações do setor de regularização da Prefeitura, existem na Cidade cerca de 180 áreas irregulares. Tanto o setor, quanto a Secretaria de Habitação não souberam informar o número exato de pessoas que vivem em áreas ilegais. A assessoria de imprensa da Administração foi procurada pela reportagem, mas até o fechamento da matéria não retornou as ligações.

O crescimento desordenado e a falta de investimentos, ao longo dos anos, são tão evidentes que podem ser constatados tanto nos bairros como na área central onde, em muitos pontos, o esgoto corre a céu aberto.

É o caso do antigo bairro Tipóia, hoje, ironicamente, chamado de Vila Esperança, que fica a poucos minutos da principal avenida de Itaquá, no Centro. Nesse local, a reportagem constatou que os moradores convivem com o esgoto de perto, já nas suas próprias casas. Um jovem que reside no lugar, cuja identidade preferiu não revelar – aliás, quase todos os entrevistados do município não quiseram se identificar por medo de represálias que podem vir, segundo eles, de todas as partes – disse ao jornal que os dejetos dos vasos sanitários caem diretamente em um córrego que deságua no Rio Tietê e que fica atrás das residências. Muitas casas não possuem, sequer, vasos sanitários. As fezes e urina são arremessadas nesse mesmo córrego pelos moradores que vivem em situação insalubre, com grande risco à saúde.

Outro munícipe denunciou o esgoto que corria na guia, em frente à delegacia, no Centro. “A gente tem que aguentar esse cheiro aqui, todos os dias, mas acabamos nos acostumando. Quem chega de fora sempre pergunta como é que suportamos isso, mas não temos o que fazer. E é assim em toda a Cidade, não só aqui”, destacou.

Itaquá é o município com maior incidência de pobreza do Alto Tietê, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que avalia, durante os censos, critérios técnicos como a capacidade de consumo da população, sendo considerada pobre aquela pessoa que não consegue ter acesso a uma cesta básica, por exemplo.

Essa situação, somada à violência que sempre ganhou destaque na Região, reflete de várias formas, como na incidência de ligações clandestinas de energia elétrica, popularmente conhecidas como “gatos”. Segundo um levantamento feito pela concessionária Bandeirante Energia, Itaquá é a campeã entre as cidades atendidas pela empresa. Das 73,5 mil contas faturadas, 4,5 mil são de ligações clandestinas, o que representa 6,11% do total.

De acordo com a Bandeirante, geralmente, as áreas com a presença desse tipo de ocor¬rência, que é crime, “têm forte relação com altos níveis de com-plexidade social”. Mas há, ainda, inúmeras questões que precisam ser solucionadas no Município, como a falta de médicos e medicamentos nos postos de saúde, falta de vagas nas creches e de emprego para o cidadão.

Para encarar o desafio de melhorar Itaquá, seis candidatos disputam a vaga de prefeito. São eles: a advogada Adriana Alvares da Costa de Paula (PP), o militar reformado Carlos Sena de Souza (PT), o empresário José Reis de Oliveira (PDT), Luiz Roberto da Costa Garcia (PSOL), cuja profissão não foi informada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o médico Mamoru Nakashima (PTN) e o advogado Rogério Pereira Maia Tarento (PR). Leia, nessa pági-na, as propostas deles para os itaquaquecetubenses.

AMEAÇAS

O candidato a prefeito de Itaquaquecetuba, Mamoru Nakashima (PTN) registrou Boletim de Ocorrência na delegacia da Cidade porque, segundo ele, está sofrendo ameaças, inclusive de morte. No último dia 13, quando fazia campanha no Jardim Caiuby, afirma que começou a ser perseguido e intimidado por cabos eleitorais do também candidato Rogério Tarento (PR), que está sendo apoiado pelo atual prefeito, Armando Tavares Filho, o Armando da Farmácia, do mesmo partido.

“Após ameaças verbais, eles começaram a agressão física, atirando ovos, paus e pedras sobre mim e sobre minha equipe. Eu cosegui desviar, mas acertaram gente minha, inclusive na candidata a vereadora Vera da Penha (PPS), partido coligado ao meu. Eles ameaçaram, ainda, que iriam incendiar os carros com as pessoas dentro e matar se a equipe ousasse permanecer nas ruas do bairro. Sei que é gente do Rogério porque tinha adesivo no carro e diziam que aquele era o reduto dele”, contou Mamoru.

Procurado pela reportagem, Tarento disse que “não tem nada a ver com isso” e que Mamoru “quer se fazer de vítima com o fato”. Ele também defendeu que o ocorrido seja investigado.

Adriana Alvares da Costa de Paula (PP)

A advogada Adriana Alvares da Costa de Paula (PP), 35 anos, concorre ao cargo de prefeita pela segunda vez. Na eleição municipal passada, ela conquistou 20.690 votos e para deputada federal, em 2010, teve pouco mais de 31 mil sufrágios, insuficientes para elegê-la. Dessa vez, Adriana diz que está fazendo uma campanha bastante intensa e acredita que irá para o 2º turno. “Quero ser prefeita de Itaquá para trans-formar essa Cidade na melhor da Região do Alto Tietê porque nasci aqui, vivo e exerço minha profissão nesse município. Falta gestão em Itaquá e temos que cuidar de cinco áreas básicas: saúde, educação, transporte, moradia e esporte e lazer”, afirma. Na saúde, por exemplo, ela garante que implantará “postos 24 horas e copiará de Mogi o Pró-Criança, Pró-Mulher e Pró-Idoso”, ou seja, o Pró-Hiper que atende a pessoas com mais de 60 anos. Também promete acabar com o monopólio no transporte coletivo e implantar escolas em período integral, fazendo um plano de carreira para os pro-fessores municipais.

Carlos Sena de Souza (PT)

O candidato do PT, Carlos Sena de Souza está em campanha há pouquíssimo tempo. É que somente no início desse mês, a Justiça Eleitoral definiu por deferir a candidatura dele. O PT tinha, até então, dois candidatos – Sena e Valdir Coelho, que foi indeferido. “É que era para ser o Valdir, mas veio uma determinação de cima de que ele teria que ser vice do Rogério Tarento (PR), mas a gente já tinha feito até convenção. Então, entramos com um recurso buscando nos¬so direito de termos uma can¬didatura própria e ganhamos. Por isso, entrei na disputa e o Valdir acabou não sendo candi¬dato a nada”, explica. Se eleito, Sena promete modernizar as secretarias municipais e cuidar de áreas como saúde, educação e habitação. “Até agora não temos aqui em Itaquá o programa do Governo Federal, ‘Minha Casa, Minha Vida’ que é importante para tiramos as pessoas das áreas irregulares e de risco”, salienta, destacando que quer, ainda, investir em cursos profissio-nalizantes para os jovens e no acesso à cultura pela população.

José Reis de Oliveira (PDT)

O empresário José Reis de Oliveira (PDT) quer ser prefeito de Itaquaquecetuba para “levar a experiência de vida para dentro da Administração Municipal”. Nascido em Cajuru, em São Paulo, Zé Reis, como é conhecido, veio para Itaquá há muitos anos e, se eleito, promete “olhar com bons olhos para todos os setores”. Para a área de esportes e lazer, por exemplo, o candidato garante que construirá, em cada bairro, um ginásio de esportes e centros culturais. Para a saúde, quer fazer um hospital municipal que “será refência para a Região”. Ele já escolheu até o bairro: Maragogipe. Reis promete, ainda, descentralização o atendimento ao cidadão, implantando três sub-prefeituras na Cidade. “Hoje temos um crescimento desordenado enorme aqui e precisamos começar um processo de mudança. Também vamos investir muito em saneamento básico, porque, atualmente, o esgoto corre a céu aberto até na área central”, ressalta o candidato que diz estar fazendo a campanha no corpo a corpo, sem muitos recursos financeiros.

Mamoru Nakasima (PTN)

O médico Mamoru Nakashima (PTN) tem como prioridade, caso seja eleito, “cuidar da população”. Até mesmo por conta da profissão dele, destaca como área prioritária e carente de investimentos a saúde. “Não temos médicos, as consultas demoram, faltam medicamentos nos postos e os exames estão com um prazo de execução de seis meses, ou seja, quando o paciente conseguir fazer o exame, já pode ter sua doença agravada. Até os exames laboratoriais estão demorando dois meses”, afirma. Se for eleito, promete humanizar o atendimento e usar a estrutura já existente para atender o povo de Itaquá. “Não é preciso criar coisas mirabolantes. Basta que a gente faça uma gestão eficaz da estrutura que a gente já tem, melhorando ela a cada dia. Vamos contratar mais médicos e enfermeiras, enfim, mais profissionais da área. Também vamos em busca da quantidade certa de remédios nos postos. O paciente tem que sair da unidade com um diagnóstico e com o tratamento encaminhado”, afirma, Mamoru, que apesar de pertencer a um partido nanico, tem boas chances de se eleger, segundo o comentário na Cidade.

Rogério Pereira Maia Tarento (PR)

Rogério Pereira Maia Tarento (PR) é o candidato que está sendo apoiado pelo atual prefeito de Itaquá, Armando Tavares Filho, o Armando da Farmácia, do mesmo partido. É a primeira vez que ele se candidato a um cargo eletivo, mas trabalhou durante oito anos na Administração passando em várias secretarias, inclusive na chefia de gabinete. Ele defende cinco prioridades, caso seja eleito. “Quero melhorar a qualidade de vida investindo na saúde, na educação, no transporte, na área de esportes e lazer e em segurança. A nossa Guarda Municipal só está aguardando a liberação para a compra de munição para que ela ande armada. Os homens já possuem autorização para isso e alguns usam armamento próprio, por enquanto. Também vamos investir em monitoramento eletrônico no Centro e nos bairros da divisa para minimizar ações de violência”, conta o candidato que diz estar fazendo uma campanha simples, mas objetiva. “Estamos visitando as casas, os bairros e mostrando nosso plano de governo”, salienta

Luiz Roberto Garcia (PSOL)

O candidato do PSOL, Luiz Roberto da Costa Garcia, 52 anos, foi procurado pela reportagem de O Diário para participar da série de entrevistas, mas não foi encontrado. Não atendeu aos telefonemas e nem respondeu aos diversos recados deixados, inclusive, com amigos, na Cidade. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Garcia é nascido em Santo André, tem o ensino médio completo e indicou como profissão, a palavra “outros”. Ele está em partido sem coligação e declarou ter R$ 5 mil em bens, referentes a 99% das cotas de uma empresa de eventos.

Mensagem aos eleitores de Itaquá (Edson Moura)

01/09/2012

MENSAGEM DE EDSON MOURA 13013 AOS ELEITORES DE ITAQUAQUECETUBA.

Ouça sua mensagem:

http://soundcloud.com/joselito-almeida/edson-moura

DIA A DIA DA NOVELA ELEITORAL DE ITAQUAQUECETUBA PT x PR – 23/06 a 23/07/12

25/07/2012

CRONOLOGIA DA ESPERANÇA QUE VIROU DRAMA E PESADELO

23 de junho – Convenção do PV e PPS aprovando a proposta de coligação tendo Valdir Coelho como candidato a prefeito e Wilson Garcia como vice.
24 de junho – Coligação do PT, PSL, PSC, PSB e PRTB aprovando a proposta de coligação tendo Valdir Coelho como candidato a prefeito e Wilson Garcia como vice.
25 de junho – Reunião da Comissão Executiva do PT Estadual: Pauta: Proposta do PR para apoiar candidaturas petistas em algumas cidades em troca do apoio do PT em Itaquaquecetuba, após longo debate o PT Estadual decide manter a candidatura de Valdir Coelho.
30 de junho – Convenção do PRP aprovando a proposta de coligação tendo Valdir Coelho como candidato a prefeito e Wilson Garcia como vice, formando a Coligação Itaquá Para Todos.
03 de julho – Reunião da Comissão Executiva do PT Nacional: Pauta: Proposta do PR para apoiar candidaturas petistas em São José dos Campos e Santo André em troca do apoio do PT em Itaquaquecetuba, após acalorado debate e protesto do secretário geral Elói Pietá foi aprovado a anulação parcial da Convenção do PT de Itaquaquecetuba e aprovando a indicação do vice da chapa do PR, com voto contrário apenas de Elói Pietá, aprova ainda a criação de uma comissão formada por Paulo Frateschi e Jorge Coelho e a Executiva Estadual para juntos formalizarem a adequações necessárias.
05 de julho – PT Nacional comunica por e-mail ao PT de Itaquaquecetuba da decisão de anular a Convenção. (Primeiro contato do PT Nacional ao PT Municipal sobre esse assunto).
05 de julho – Registro da candidatura da Coligação Itaquá Para Todos composta pelos partidos, PT, PV, PSB, PSL, PSC, PPS, PRTB e PRP, tendo Valdir Coelho do PT como candidato a prefeito e Wilson Garcia do PV como candidato a vice-prefeito.
05 de julho – Reunião da Coligação Governo do Povo composta por PR, DEM, PSDC, PHS, PRB, PCdoB, PMN, PTB, PMDB, PSD e PTdoB aprovam por unanimidade a entrada do PT na coligação.
06 de julho – PT Nacional notifica via fax a Justiça Eleitoral enviando a ata da reunião realizada no dia 05 de julho.
07 de julho – PT Nacional notifica por ofício a Justiça Eleitoral da decisão tomada na reunião do dia 05 de julho.
07 de julho – Coligação Governo do Povo notifica a Justiça Eleitoral enviando a ata da reunião que aprovou a entrada do PT na coligação.
10 de julho – Juiz Eleitoral Dr Emerson Norio Chinen acata a decisão do PT Nacional e anula parcialmente a Convenção do PT de Itaquaquecetuba, ficando anulada a indicação de candidatura própria majoritária e mantida a coligação proporcional com o PRP e notifica a coligação dando prazo para recurso.
11 de julho – Coligação Itaquá Para Todos impetra recurso solicitando a manutenção da candidatura.
11 de julho – Juiz Eleitoral decide consultar a direção nacional do PT pelo fato do estatuto do PT proibir coligação com o DEM, e também consultar a direção nacional do DEM pelo fato do estatuto do DEM proibir coligação com o PT, dando-lhes 24 horas para resposta, sendo que o silêncio significa aprovação.
12 de julho – PT Nacional e DEM Nacional são notificados da consulta.
12 de julho – Justiça Eleitoral indefere recurso da Coligação Itaquá Para Todos. (A questão é interna corporis do partido dos trabalhadores – PT, apenas ausente verificação de via formal em material, nada há para reconsiderar. No mais, aguarda-se regular processamento, observado prazo para regularização necessária, já deferido.)
12 de julho – PT de Itaquaquecetuba notifica a Justiça Eleitoral comunicando que o PT Nacional fará a regularização da Convenção.
12 de julho – Reunião na sede do PT Nacional para adequações na ata da Coligação Governo do Povo, com a participação de Thiago Silva Machado, representante da Coligação Governo do Povo; Paulo Frateschi e Jorge Coelho do PT Nacional; Aparecido Luiz da Silva, o Cidão, do PT Estadual e Henrique, Selma e Valdir, do PT de Itaquaquecetuba. Inicialmente Selma e Valdir reivindicaram a indicação para ser vice do Rogério Tarento, mas após o debate, Selma retirou ficando definido o Valdir Coelho como vice, porém, o Cidão solicitou que adiasse a adequação da ata, para que antes fosse realizada uma reunião do Diretório Municipal do PT de Itaquaquecetuba, já que até aquele momento o PT local não tinha sido ouvido, tendo a solicitação aceita.
13 de julho – Magrão reivindica junto ao PT Estadual a indicação de ser vice do Tarento. Com isso o PT Nacional reabriu a discussão do nome indicado.
13 de julho – PT Estadual convoca reunião com a Executiva Municipal do PT para discutir quem será o vice, Valdir ou Magrão, após o debate houve a votação, terminando empatados em 5 a 5, permanecendo o impasse.
13 de julho – PT Nacional responde a consulta da Justiça Eleitoral afirmando que quando anulou a Convenção já aprovara a coligação com PR, DEM, PSDC, PHS, PRB, PCdoB, PMN, PTB, PMDB, PSD e PTdoB. E que a coligação do PT é com o PR e o que é proibido pelo estatuto é apenas a coligação direta PT-DEM. Comunica ainda que a coligação majoritária com o PRP foi anulada, sendo assim, a coligação proporcional não poderia prosperar.
15 de julho – PT Nacional convoca reunião com o Diretório Municipal do PT de Itaquaquecetuba para deliberar sobre a indicação do vice do PR, sendo aprovado o nome do Valdir Coelho.
16 de julho – Comissão Provisória do PRP se reune para deliberar sobre a coligação majoritária e aprova em coligar-se ao PR, já que a convenção do PT fora anulada.
16 de julho – PT Nacional notifica a Justiça Eleitoral e volta atrás da decisão de anular a Coligação Lutando Por Itaquá – PT/PRP alegando que anteriormente desconhecia que o PRP estivesse na Coligação Governo do Povo, e notifica ainda a indicação de Valdir Coelho como vice-prefeito da coligação.
16 de julho – Coligação Governo do Povo notifica a Justiça Eleitoral substituindo Adilson Achando do PSDC por Valdir Coelho do PT para vice-prefeito.
16 de julho – PT Nacional notifica a Justiça Eleitoral indicando Henrique e Selma como Delegados da coligação proporcional Lutando Por Itaquá PT/PRP.
17 de julho – PRP notifica a Justiça Eleitoral da decisão de que passa a integrar a Coligação Governo do Povo.
17 de julho – Reunião da Executiva do PT local aprova a indicação de Valdir Coelho como candidato a vice-prefeito do PR.
20 de julho – Justiça Eleitoral defere a Coligação Itaquá Para Todos, com sua composição inicial, PT, PV, PSC, PSL, PSB, PRP, PRTB e PPS com Valdir Coelho candidato a prefeito e Wilson Garcia candidato a vice-prefeito, reconhece que o PT de Itaquaquecetuba comprovou todos requisitos e em nenhum momento desrespeitou a instancia superior, ou seja, o PT Nacional, portanto, sem fundamentação a decisão de anular a convenção. A coligação foi notificada no mesmo dia.
21 de julho – PT de Itaquaquecetuba notifica a Justiça Eleitoral apresentando a ata da reunião da Executiva Municipal, de 17 de julho, onde Valdir Coelho renunciou a candidatura a prefeito e foi aclamado candidato a vice do PR.
22 de julho – Valdir Coelho desafia a Justiça Eleitoral e participa da carreata da Coligação Governo do Povo.
23 de julho – O juiz analisou a documentação apresentada pelo PT e determinou que juntasse ao processo, sem proferir nenhuma decisão.

AGUARDE NOVOS CAPÍTULOS…

Por: Joselito Almeida

ELÓI PIETÁ: A POPULAÇÃO DE ITAQUAQUECETUBA É MUITO SIMPATICA AO PT, VEJA AS ULTIMAS ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE E GOVERNADOR!!

07/05/2011

Nota

Uma solução para Itaquá

Nesta ultima sexta feira 06/04/11, as 19:00 horas no escritorio politico da Deputada Federal Janete Pietá, no parque Piratininga, o PT de Itaquá e suas lideranças estivero reunidos para  ser traçado um plano de luta do PT junto a população e os movimentos sociais, ou seja o PT deve está onde o povo estiver lutando por seus direitos, Saude, Transporte, Moradia, Segurança, Educação e infraestrutura para a nossa Cidade.

O nosso militante e assesor politico do Deputado Federal e lider da bancada na camara, Paulo Teixeira PT/SP, Joelson Miranda aproveitou a oportunidade para entregar ao Elói uma lista de documentos de 140 paginas sobre Itaquaquecetuba, ele prometeu ler todos documentos, mais colocou que tinha muito conhecimento sobre Itaquá, deixando já marcada uma proxima reinião e uma plenaria sobre a reforma politica.

ATERRO SANITARIO EXPLODE EM ITAQUAQUECETUBA.

25/04/2011
 Pela Criação da CPI do Lixão Já!!! 

Nesta manhnã de segunda feira as 9:30 (25/04), o aterro sanitário de Itaquaquecetuba explodiu, desmoronando um morro de lixo com mais de 10mts de altura e 600mts de largura. Até o momento os bombeiros não sabem informar se houve vítimas, mais as informações é que tem dois carro e uma moto que ia passando na hora da explosão e pode estar soterrados.

De acordo com a Agência Record, os moradores da região disseram que houve uma explosão no aterro sanitário, localizado na avenida Nossa Senhora das Graças, 598, próximo à rodovia Ayrton Senna. Segundo eles, desde sábado (23) começaram a ocorrer pequenos desabamentos no local por conta dos gases no aterro.
Vale lembrar, que este mesmo aterro já teve explosões em anos anteriores e que a Prefeitura Municipal em conjunto com a Empresa que administra  o aterro desde 2009 defendem sua ampliação, e a CETESB vem permitindo o seu funcionamento mesmo os moradores sendo contra e havendo regras legais contra essa ampliação.
Até o momento os bombeiros não sabem dizer se há vitimas no local.
Cabe agora a Empresa Pajoan que cuida do aterro e a Prefeitura Municipal esclarecer os fatos para a a população que estão muito revoltada com o descaso das autoridades.
Acredito também que os Vereadores da Cidade têm suas  responsabilidade com o ainda funcionamento deste LIXÃO.
Joelson Miranda
Link de jornais da região
DAT – http://www.diariodoaltotiete.com.br/materias/?idmat=49701&idedito=50&ided=1154
 
DS – http://www.diariodesuzano.com.br/main4/noticias.php?editoria=9&data=2011-04-26